Tags postura

Maçã x Pera

Maçã x Pera

Maçã X Pera

Maçã X Pera

Na Universidade de Marselha, o professor Jean Vague, em 1947 foi o primeiro a sugerir que as complicações da obesidade não dependiam apenas do excesso de gordura no corpo humano. Eram uma consequência de como a gordura se distribuía no corpo das pessoas obesas. Jean Vague inventou o termo “androide” em formato de maçã para a obesidade mais observada em homens, mas também nas mulheres, na qual o diabetes e a doença cardiovascular são complicações comuns e o termo “ginoide” em formato de pera para a obesidade mais observada em mulheres, na qual a gordura se deposita nas partes inferiores do corpo e tem caráter menos maléfico.

As observações feitas por Jean Vague não receberam uma imediata atenção da comunidade médica. Foram necessários mais de 35 anos para que fossem avalizadas por estudos epidemiológicos prospectivos e hoje podemos classificar através da forma do corpo o tipo de problema de saúde.

Seu biótipo e os problemas que eles podem trazer:

Para o padrão feminino de beleza, e principalmente para a saúde, o melhor formato é a pera, ou seja, ter pouca gordura acumulada na região do abdômen, a chamada gordura visceral. Também conhecida como ginoide e mais comum em mulheres, pois a gordura tende a ficar localizada nas regiões de baixo abdômen, coxas, culotes e glúteos. Apesar de apresentar menos risco à saúde, ela esta relacionada ao aparecimento de celulite, o que não é nada desejável.

maçã x pera

maçã x pera

O formato maçã chamado de androide consiste na localização central da gordura, região de abdômen, braços e pescoço. É mais comum nos homens, mas também é encontrado nas mulheres e é bem preocupante, pois a gordura esta localizada entre os órgãos abdominais que comprimem o diafragma e dificultam o trabalho do coração, que dá indícios de um risco cardiovascular elevado e aumenta o risco de eventos como infarto e AVC – Acidente Vascular Cerebral.

O índice de Massa Corporal (IMC), que determina se a pessoa está com sobrepeso, obesidade ou obesidade mórbida é outro parâmetro de medida. O IMC é obtido pela divisão do peso em quilos pela altura em metros ao quadrado, ou seja: peso (kg) / altura (m)² = IMC. Um IMC acima de 25 representa sobrepeso e acima de 30, obesidade (maior risco). Também é importante levar em consideração fatores como diabetes, colesterol, história familiar e hábitos como tabagismo e sedentarismo.

Qual seu biotipo

Qual seu biotipo

Identificou seu biótipo: Maçã x Pera?

Para quem esta acima do peso a primeira coisa a fazer é emagrecer, assim a maior parte da gordura irá sumir. Porém os magros também sofrem com gordura localizada. Afinal, quem não se incomoda como a temida gordura localizada?!

Por isso, independente do seu biótipo o melhor e mais saudável a fazer é praticar exercícios físicos, manter uma boa alimentação e começar uma sessão de massagem, drenagem linfática. Proporcione esse alívio para o seu corpo.

Comece hoje!

Share this:

, , , , , , ,

Sem Comentarios

10 dicas para uma caminhada

10 dicas para uma caminhada

Siga as 10 dicas para uma caminhada e sinta as mudanças.

 

10 dicas para uma caminhada

10 dicas para uma caminhada

1. Faça um exame médico

Antes de sair andando ou correndo por aí, consulte um cardiologista e um ortopedista. O cardiologista vai analisar como está o seu sistema cardiovascular e o ortopedista fará uma avaliação, observando, se seus os joelhos estão em boas condições para a caminhada que você pretende fazer.

2. Invista em equipamentos de qualidade

Um bom tênis com sistema de amortecimento diminui o impacto da pisada e protege as articulações. Ao invés de peças de algodão, use short e camiseta de tecidos sintéticos, que facilitem a perda de calor, eles são mais leves e por isso, mais confortáveis.

3. Alongue-se

O alongamento é fundamental para aumentar a flexibilidade das pernas e preparar os músculos para a atividade física. Atenção com o alongamento depois da prática do exercício deve ser leve para não ultrapassar os limites do corpo. Lembre-se: após a atividade, há um desgaste natural em todo o corpo, portanto cuidado, pois podem ocorrer microlesões.

4. Hidrate-se

Caminhada ou corrida é uma questão de hábito e beber bastante água, porque ela vai sendo perdida conforme nos exercitamos. Em percursos mais longos, leve um squeeze para se hidratar.

5. Escolha o melhor local

Para quem está começando a caminhada, um terreno muito irregular ou íngreme contribui para problemas nas articulações. Forçar uma determinada região pode desenvolver uma tendinite ou uma torsão. Prefira a grama ou a esteira, se você ainda não está acostumado a dar voltas pelo bairro. Os cantos de ruas, geralmente são inclinados. Então, evite-os para não sofrer uma sobrecarga nos joelhos.

6. O melhor horário

Prefira os períodos do dia com temperatura mais amena para a caminhada. O calor excessivo acaba limitando seu treinamento. É melhor sair quando houver menos trânsito. Assim, você faz seu exercício com mais segurança e menos poluição.

7. Posição dos braços

Deixe os antebraços paralelos ao solo. Isso quer dizer que no plano, eles devem ficar em um ângulo de 90 graus em relação ao resto do corpo. Ao subir, a postura muda. Assim, você ganha equilíbrio, tornando todos os outros movimentos mais harmônicos para uma boa caminhada.

8. Sinal vermelho

Esse é um obstáculo inevitável para a caminhada ou corrida pelas ruas da cidade. E a ordem é não ficar parado. Por isso, quando não for possível prosseguir, dê pequenas voltas enquanto aguarda a luz verde. Ou vá até determinado ponto da calçada e retorne.

9. Respiração

Inspire pelo nariz e expire pela boca. Ao imprimir um ritmo mais veloz ao exercício, acaba-se abrindo a boca na hora errada para levar mais ar para os pulmões. Isso pode ser evitado — basta não acelerar mais do que o habitual.

10. Tome um banho frio

Após a atividade física, alongue-se levemente mais uma vez, como o recomendado no item 3, e fique embaixo d água em temperatura baixa. Uma ducha fria evita a inflamação dos músculos, relaxa a região e minimiza as dores.

Siga as 10 dicas para uma caminhada.

Share this:

, , , , , , , , ,

Sem Comentarios

Benefícios da caminhada

beneficios da caminhada

beneficios da caminhada

Benefícios da caminhada

1. Melhora a circulação

Num estudo feito pela USP, de Ribeirão Preto, prova que caminhar durante 40 minutos reduz a pressão arterial durante 24 horas após o término do exercício. Isso acontece porque durante a prática do exercício, o fluxo de sangue aumenta, levando os vasos sanguíneos a se expandirem, diminuindo a pressão.  A caminhada faz as válvulas do coração trabalharem mais, melhorando a circulação de hemoglobina a e oxigenação do corpo.

2. Deixa o pulmão mais eficiente

O pulmão também é bastante beneficiado quando caminhamos. Com o maior bombeamento de sangue para o pulmão, o sangue fica mais rico em oxigênio. Isso faz com que uma quantidade maior de impurezas saia do pulmão, deixando-o mais livre de catarros e poeiras.
A prática da caminhada, ajuda a dilatar os brônquios e prevenir algumas inflamações nas vias aéreas, como bronquite.

3. Combate a osteoporose

O impacto dos pés com o chão tem efeito benéfico aos ossos. A compressão dos ossos da perna, e a movimentação de todo o esqueleto durante uma caminhada faz com que haja uma maior quantidade estímulos elétricos em nossos ossos, chamados de piezelétrico. Esse estímulo facilita a absorção de cálcio, deixando os ossos mais resistentes e menos propensos a sofrerem com a osteoporose.

4. Afasta a depressão

Durante a caminhada, nosso corpo libera uma quantidade maior de endorfina, hormônio produzido pela hipófise, responsável pela sensação de alegria e relaxamento. Quando uma pessoa começa a praticar exercícios, ela automaticamente produz endorfina.
Depois de um tempo, é preciso praticar ainda mais exercícios para sentir o efeito benéfico do hormônio. Começar a caminhar é o inicio de um círculo vicioso. Quando mais você caminha, mais endorfina seu organismo produz, o que te dá mais ânimo.

5. Aumenta a sensação de bem-estar

Uma caminhada em parques e jardins, podem melhorar significativamente a saúde mental, trazendo benefícios para o humor e a autoestima.

6. Deixa o cérebro mais saudável

Caminhar diariamente é um ótimo exercício para o corpo ficar em forma, melhorar a saúde e retardar o envelhecimento. Os estímulos que recebemos quando caminhamos aumentam a nossa coordenação e fazem com que nosso cérebro seja capaz de responder a cada vez mais estímulos.

7. Diminui a sonolência

A caminhada durante o dia faz com que o nosso corpo tenha um pico na produção de substâncias estimulantes, como a adrenalina. A adrenalina deixa o corpo mais disposto depois do exercício. A caminhada melhora a qualidade do sono de noite.
Como o corpo inteiro passa a gastar energia durante uma caminhada, o nosso organismo adormece mais rapidamente no final do dia.

8. Mantém o peso em equilíbrio e emagrece

O maior benefício da caminhada é que caminhar emagrece. Se você está acostumado a gastar uma determinada quantidade de energia e começa a caminhar, o seu corpo passa a ter uma maior demanda calórica que causa uma queima de gorduras localizadas.
A pessoa continua a emagrecer devido à aceleração do metabolismo causada pelo aumento na circulação, respiração e atividade muscular.

9. Controla a vontade de comer

Uma caminhada de 15 minutos em uma esteira proporciona uma redução significativa da vontade de comer doces. Além de ocupar o tempo com outra coisa que não seja a comida, a caminhada libera hormônios, como a endorfina, que relaxam e combatem o estresse, efeito que muitas pessoas buscam compulsivamente na comida.

10. Protege contra derrames e infartos

Quem anda mantém a saúde protegida das doenças cardiovasculares. Por ajudar a controlar a pressão sanguínea, caminhar é um fator de proteção contra derrames e infarto. Os vasos ficam mais elásticos e mais propícios a se dilatarem quando há alguma obstrução. A caminhada também regula os níveis de colesterol no corpo.

11. Diabetes

A insulina, substância que é responsável pela absorção de glicose pelas células do corpo, é produzida em maior quantidade durante a prática da caminhada, já que a atividade do pâncreas e do fígado são estimuladas durante a caminhada devido à maior circulação de sangue em todos os órgãos.
Quanto maior a quantidade de insulina no sangue, maior a capacidade das células absorverem a glicose. Quando esse açúcar está circulando livremente no sangue, pode causar diabetes.

 

Share this:

, , , , , ,

Sem Comentarios

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

A foto acima demonstra os danos no cérebro os efeitos de uma Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash na coluna cervical. Algo muito comum em acidentes de alta velocidade, (Inércia do choque + Peso da cabeça). Pode causar desde uma baita dor no pescoço até uma lesão muito séria.

O termo Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash refere-se a uma lesão que habitualmente ocorre num acidente de automóvel, quando a cabeça é projetada para trás (em hiperextensão) e depois para frente (em hiperflexão) de uma forma balística e inesperada. Este tipo de lesão provoca inúmeros danos aos tecidos moles da coluna cervical e não só, podendo causar uma fratura ou paralisia. Geralmente o “Efeito Chicote” é o resultado de um acidente de automóvel, mas pode ocorrer na prática desportiva ou mesmo, por exemplo, numa simples queda onde uma força inesperada é aplicada repentinamente no pescoço. Esses mesmos danos não só afetam as articulações, discos, ligamentos, músculos e nervos da cervical como toda a biomecânica da tão complexa coluna vertebral.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

atleta Jaqueline no Pan de Guardalajara

Em Guadalajara, México – A atacante Jaqueline, da seleção brasileira de vôlei, fica fora dos Jogos Pan-Americanos. Sofreu fratura das vértebras C5 e C6, na coluna cervical ao se chocar com outra atleta brasileira.

Uma lesão às vértebras cervicais e aos tecidos moles adjacentes que ocorre por causa de um empurrão súbito ou por aceleração e desaceleração da cabeça. Uma maneira de causar essa lesão é estar em um veículo que é atingido de forma repentina e forte na parte traseira ou uma batida de cabeça com cabeça.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

fratura vertebra

Quando um osso não puder suportar a pressão exercida sobre ele, ocorrerá uma ruptura ou fratura óssea. Uma fratura exposta (na qual o osso rompe a pele) pode infeccionar facilmente. Quando uma criança deixa de movimentar um braço ou perna machucados algumas horas após um acidente, ou se ela continuar a chorar quando a área lesada é tocada, deve-se presumir que a criança pode ter um osso quebrado e procurar auxílio médico. Às vezes é difícil saber se o osso foi deslocado ou quebrado. Ambas as situações representam uma emergência. As medidas básicas de primeiros socorros são as mesmas para os dois casos.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

Colar Cervical BC0161-A

Um colar cervical é um equipamento médico usado para imobilizar a medula espinhal e suportar a cabeça do paciente. O colar cervical restringe o movimento do pescoço durante o tratamento de traumatismos, torcicolos, artrites, entre outros. Possui bordas estofadas e perfurações que facilitam a transpiração, além de fechos aderentes que permitem o ajuste de altura. Traumatismos, torcicolos, artrites, artrites reumatóides, artroses, somatizações e outras afecções da coluna cervical. Tratamentos que necessitem imobilização média do pescoço.

mcientifica

 

Share this:

, , , , , , , , , , ,

6 Comentarios

Ginástica Laboral

Como implantar um programa de Ginástica Laboral

Os princípios básicos de um programa de ginástica laboral para os interessados em implantá-lo em sua empresa estão divididos em seis tópicos.

1. Análise do Local de Trabalho
2.
Análise Cinésiologica nos Postos de Trabalho
3.
Palestra de Sensibilização
4.
Prescrição dos Exercícios
5.
Avaliar a Implantação da Ginástica Laboral
6.
Apresentação de Relatórios

Ginástica Laboral

Ginástica Laboral

1. A análise do local de trabalho – Deve ser baseada em princípios ergonômicos*.
*Ergonomia: a ciência de projetar o trabalho, os equipamentos e local de trabalho para adequá-lo ao trabalhador.

Estar ergonomicamente correto, para que no final do expediente o trabalhador não tenha dores na coluna cervical ou outros efeitos maléficos que uma postura incorreta originada diante de um  computador. Além disso, a intervenção ergonômica facilita a execução do trabalho adequando o ambiente e objetos ao trabalhador.

Ginástica Laboral

Ginástica Laboral

“Melhor condição de trabalho, maior será a produtividade”

2. A análise cinésiologica* – Nos postos de trabalho avalia quais os músculos são os mais requisitados para execução de cada serviço e os tipos de movimentos, atividade mental, atividade visual que cada posto de trabalho exige. É uma análise de extrema importância, porque ela dará parâmetros para a execução da ginástica laboral. Além de revelar se o trabalhador estará propício a ter L.E.R. (Lesões por Esforços Repetitivos) ou algum outro D.O.R.T. (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho).

*Cinesiologia : É a ciência que analisa os movimentos, ela estuda os movimentos do corpo humano. O nome Cinesiologia vem do grego kínesis = movimento + logos = tratado, estudo. A cinesiologia estuda o corpo humano e a sua maneira de movimentar-se.  fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cinesiologia

“Este serviço foca a redução de afastamentos e absenteísmo”

3. A palestra de sensibilização – Garantirá a participação e engajamento dos trabalhadores no programa de ginástica laboral, esclarecendo as dúvidas, abordando temas relacionados à qualidade de vida no trabalho e orientando-os para hábitos de vida saudáveis.

Ginástica Laboral

Ginástica Laboral

“Um funcionário equilibrado e saudável trará mais benefícios e rendimentos para empresa”

4. A prescrição dos exercícios – Será realizada de acordo com cada posto de trabalho, visando aquecer, fortalecer e compensar as estruturas físicas mais utilizadas no dia a dia do funcionário.

5. A avaliação da implantação da Ginástica Laboral – Será conseguida durante as aulas e servirá de feedback*, reconhecendo possíveis transtornos e limitações o que possibilitará melhorias ao programa de ginástica laboral. * feedback (retorno de informação)

6. A apresentação de resultados – Considerar os pontos fortes e fracos do programa que deverão ser apresentados à empresa que investiu no programa após um período de tempo pré-determinado numa prestação de contas do que foi realizado e servindo de base para sua continuidade.

Exemplos de relatórios:

  • Nível de participação dos funcionários (controle de presença – lista de chamada)
  • Índice de ausências, afastamentos e rotatividade.
  • Nível de atividade física dos funcionários
  • Avaliação da qualidade de vida dos trabalhadores
  • Avaliação da percepção e intensidade de dor
  • Estes relatórios podem variar de acordo com as necessidades da empresa.

fonte: http://charllessq.blogspot.com/2011/01/como-implantar-ginastica-laboral-na.html

mcientifica

Share this:

, , , , , , ,

Sem Comentarios

Boa postura

Ter uma boa postura é essencial para que suas costas, músculos e juntas sempre estejam bem.

Suas costas
Costas saudáveis têm três curvas naturais: uma curva ligeiramente para frente no pescoço (curva cervical), uma curva ligeiramente para trás na parte superior (curva torácica), e uma curva ligeiramente para frente na parte baixa (curva lombar). A boa postura significa realmente manter estas três curvas em de alinhamento equilibrado.
Os músculos fortes e elásticos são também essenciais para uma boa postura. Os músculos abdominais, da bacia e músculos da perna que são fracos e inelásticos podem não suportar as curvas naturais de suas costas.

Suas juntas. A bacia, o joelho, e as juntas do tornozelo equilibram suas curvas naturais da coluna quando você se move, fazendo o possível manter a boa postura em qualquer posição.

Boa postura deitada

Passamos pelo menos de 6 a 8 horas diárias na posição deitada, então, observe na figura abaixo o certo e o errado:

Boa postura

Boa postura

Certo: É correto dormir de abdômen para cima e com o travesseiro na altura que proporcione conforto ao pescoço evitando que ele permaneça elevado e o queixo próximo do peito.

Ao deitar na posição de lado, cuide para que o rosto também permaneça na posição acompanhando o corpo. Algumas pessoas devem colocar um travesseiro entre as pernas para minimizar as dores e desconfortos da coluna. Consulte o seu médico.

Errado: É errado dormir na posição com abdômen para baixo, pois o pescoço precisa permanecer em posição de torção. Evite, também, dormir com o abdômen para cima e com o travesseiro alto, pois eleva a cabeça e proporciona dores na coluna cervical.

Dicas para manter uma boa postura por toda sua vida

  • Concentre-se em manter suas três curvas naturais da coluna cervical em alinhamento equilibrado. Mantenha seu peso baixo; o peso adicional exerce uma tração para frente constante nos músculos das costas e estica e enfraquece os músculos abdominais.
  • Evite permanecer em uma posição por muito tempo; a inatividade causa tensão muscular e fraqueza.
  • Durma em um colchão firme e use um travesseiro grande o bastante para manter a curva cervical normal. Evite o uso de diversos ou de grandes travesseiros.
  • Exercite-se regularmente; o exercício fortalece e torna os músculos mais elásticos que o mantêm ereto e em uma postura apropriada.
  • Comece a praticar, comece seu programa para uma postura perfeita hoje. Se você tiver dificuldades procure um profissional da área, um Fisioterapeuta.

mcientifica

Share this:

, , , , , , , , , ,

Sem Comentarios

Pilates com bola

Pilates com bola

Exercícios de Pilates com bola

A aula de Pilates com bola controla picos de ansiedade e depressão ocasionados pelo estresse do dia a dia. Mais do que um exercício físico é um exercício mental, que tem como objetivo trabalhar a mente associada ao corpo e trazer benefícios para a postura, trabalha uma notável melhora no equilíbrio e coordenação motora, além da satisfação e diversão proporcionadas pela prática dos exercícios.

Os benefícios do Pilates com bola, associados aos exercícios com bola, tornam a aula ainda mais divertida e os resultados são rápidos e aparentes porque tonifica e define músculos, melhora a flexibilidade e harmoniza as formas do corpo.

Os exercícios do Pilates com bola fazem com que a aula seja praticada por pessoas de diferentes níveis de condicionamento, as que se recuperam de lesões como também as que estejam em plena forma. No Pilates com bola, trabalham-se as camadas mais profundas da musculatura de maneira muito eficaz, os exercícios são apresentados de forma bem simples, deixando de usar as séries com repetições. Os movimentos são contínuos e o grau de dificuldade é gradativo. Todos esses exercícios requerem muita precisão e concentração, sempre regulados pela inspiração e expiração corretas.

 

 

 

Share this:

, , , , , , ,

Sem Comentarios

O método Pilates

O método Pilates

Exercícios Básicos – O método Pilates

O método Pilates

Os exercícios para Joseph Pilates se baseam no fortalecimento muscular com alongamentos: “Se um indivíduo tem 20 anos e está encurtado, é um velho. Porém se tem 60 anos e tem flexibilidade e força é um jovem”. O método Pilates dimensiona os tópicos abaixo:
Concentração: Os exercícios devem ser realizados sempre com muita atenção. Sua mente e seu corpo trabalhando juntos, os movimentos terão maior eficiência.
Controle: Os movimentos completamente controlados pela mente. Os movimentos e atividades devem ser realizados com determinação. com o método Pilates
Precisão: A precisão está relacionada com o controle. Pilates dizia: “Concentre-se nos movimentos corretos cada vez que você fizer o exercício”. Os movimentos devem ser coordenados para assumir o controle do corpo e realizar movimentos sempre corretos.
Centro: Joseph Pilates chamou de “Centro de Força (Powerhouse)“: abdômen, paravertebrais lombares e glúteos. Todos os exercícios de Pilates tem como foco o fortalecimento do powerhouse, para proporcionar a estabilização do dorso durante todos os movimentos.
Respiração: Pilates ressalta a importância de manter a circulação do sangue pura. A pureza é o resultado de uma respiração adequada ao exercício, oxigenando-se o sangue e eliminando gases nocivos. O método Pilates tem como regra geral, o aluno deve inspirar quando se prepara para fazer um movimento, e expirar quando o executa.
Movimento Fluido: Os movimentos são realizados de forma harmônica, contínuos e ritmados. O praticante do método Pilates deve manter o alinhamento corporal, evitando possíveis compensações, que podem levar a exercícios inadequados, constituindo-se como possíveis causadores de lesões.

 

 

 

 

Share this:

, , , , , ,

Sem Comentarios

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers