Tags loja virtual

Propriedades da Água

Propriedades da Água

Propriedades da Agua

Propriedades da Agua

A água é o composto químico mais abundante na Terra. Pode ser encontrada na natureza em três estados físicos: sólido (gelo), líquido (água líquida) e gasoso (vapor). Algumas das propridades da água estão listadas:

Água e Vida

Propriedades da Água

Propriedades da Água

A água é uma substância essencial para a vida dos organismos na Terra. É encontrada em grandes quantidades em todos os seres vivos.
No corpo humano, 71% do nosso peso é água. Contém 85% de água no nosso sangue, 75% no cérebro, 70% na pele e 22% nos nossos ossos.
Nos vegetais, a quantidade de água é maior.

Veja a tabela:

ALIMENTOS

QUANTIDADE EM % DE ÁGUA

COUVE

90

CENOURA

88

MAÇÃ

84

MILHO/FEIJÃO

15

TOMATE

95

ALFACE

94

MORANGO

89

BATATA

77

É na água que ocorrem as transformações porque as substâncias estão dissolvidas nela, no nosso corpo. A água é quem transporta e distribui o sangue para o resto do corpo.
Perdemos água através da urina, suor, fezes e expiração.
Toda água eliminada fará falta mais tarde para o nosso organismo, por isso a importância de repor esta água e a importância de sentirmos sede.

Propriedades da Agua

Porcentagem da Agua

Um adulto deve tomar cerca de 2,5 litros de liquido por dia.

PERDA DE LIQUIDO DIARIAMENTE (EM MÉDIA)

PERDA DIÁRIA

QUANTIDADE EM cm³

URINA

1250

SUOR

650

EXPIRAÇÃO

500

FEZES

100

TOTAL

2500 cm³ = 2,5L

Propriedades da Agua

Propriedades da Agua

Propriedades da água:

1- A água é inodora (sem cheiro)
2- Ela também é incolor (transparente, cristalizada)
3- A água tem a capacidade de absorver calor servindo de regulador térmico para nosso corpo.
4- O peso da água, 1 Litro equivale a 1000 gramas, ou 1 quilograma.
5- Na forma de gelo, faz uma camada superficial impedindo que o calor saia e mantendo uma temperatura estável. Em sua forma liquida ocupa uma grande área, servindo de base. Em forma de vapor transmite calor para aquecer outros corpos.
6- A água na atmosfera absorve algumas substâncias radiativas do sol, protegendo a vida em nosso planeta.
7- A água dissolve as outras substâncias através de processos de hidrólise. Diminui uma concentração de um soluto em uma quantidade de um determinado volume. Assim podemos eliminar substâncias tóxicas.
8- O vapor d’água é o principal responsável por regular a temperatura de nosso planeta, ao contrário dos gases do efeito estufa como pensamos, assim a grande capacidade da água de absorver calor permite manter as temperaturas altas ao longo das camadas de ar.
9- Realiza trocas químicas dentro de nosso corpo graças a seus íons por isso é essencial sua ingestão pelos seres vivos.
10- Corpos que possuem uma densidade maior que a da água afundam, os demais flutuam, isto é explicado pela força de empuxo, uma espécie de empurrão para cima, que a água exerce nos objetos. Assim um barco pode ficar na superfície, uma pessoa boiar e uma latinha afundar, etc.

 

Share this:

, , , , , ,

Sem Comentarios

Tubos para Centrifugação

Tubos para Centrifugação moldados em polipropileno autoclavável com tampa rosqueável e fundo cônico ou redondo. Tarjas na cor branca para possibilitar a identificação da amostra tanto na tampa quanto na parede do tubo. Graduação de volume variando de 0.1 a 0.5 ml dependendo do volume do tubo.

Tubos para Centrifugação

Características
Material tratado para todos  os  protocolos de centrifugação.
Superfícies de marcação nas paredes e na tampa para identificação da amostra.
Tampa com fechamento rosqueável.
Não-pirogênicos.
Suportam centrifugações com velocidades de até
9400 x g (RCF).
Autoclaváveis sem a tampa a 121ºC por 20 minutos.
Certificação ISO 9001.
Tubo para centrifugação fundo cônico 15 ml graduado 91015 SKU: 36137
Caixa com 40 unidades. Fabricado em polipropileno (PP) livre de DNase, RNase, pirogênios e toxinas. Fundo cônico. Graduado e com superfície para marcação de amostras. Esterelizados por raio gama (não vem embalado individualmente)

tubo para centrifugação tipo falcon 91015

tubo para centrifugação tipo falcon 91015

Tubo para centrifugação graduado com fundo cônico.
Tampa (amarela) de rosca segura contra vazamentos;
Superfície de marcação nas paredes e na tampa para identificação da amostra;
Suportam centrifugação de até 9.400 x g (RCF);
Graduação de volume; graduação de 0,5 a 14ml.
Resistente a temperatura entre -190ºC até 121ºC.

 

Volume: 15ml.
Dimensões: 16,5 (d) x 120mm.
Apresentação:
Pacote com 40 peças.
Modelo:
91015
Código Identificador SKU:
36137
Para adquirir este e outros produtos clique e peça um orçamento pelo telefone 11 4723 4110: Mogiglass artigos para laboratório

 

Rack universal (sem tampa) especialmente projetado para armazenamento de tubos para centrifugação.
Fabricado em polipropileno;
Cor amarela;
Autoclavável;
Com identificação alfanumérica;

Rack universal para tubos de centrifugação 99019

Rack universal para tubos para centrifugação 99019

Capacidade: A capacidade total do rack é de 50 tubos, sendo:
20 tubos de 50mL, tipo “Falcon” com fundo cônico ou redondo;
30 tubos de 15mL, tipo “Falcon” com fundo cônico ou redondo.
Dimensões: 168 x 205 x 60mm.
Apresentação: Unitário
Rack (estante) em propipeno. Para acomodar na posição vertical 20 tubos tipo “Falcon” de 50ml ou 30 tubos tipo “Falcon” de 15 ml.
Disponível na cor amarela.
Modelo: 99019
Código Identificador SKU:
40681
Para adquirir este e outros produtos clique e peça um orçamento pelo telefone 11 4723 4110: Mogiglass artigos para laboratório

Share this:

, , , , , ,

Sem Comentarios

Contador de colônias

Contador de colónias é um instrumento usado para contar as colónias de bactérias e outros microorganismos que crescem sobre uma placa de ágar. Primeiro quem só foram iluminadas superfícies em que a placa foi colocado, com as colónias marcadas com um marcador sobre a superfície exterior da placa enquanto o operador realizou a contagem manual. Os contadores mais recente tentativa contar colônias eletronicamente, através da identificação de áreas individuais de claro e escuro, de acordo com os limiares definidos pelo usuário, contando os pontos onde o contraste é visto, ou automaticamente pelo registro eletrônico depois de pressionar qualquer tipo de marcador.

Modo de contagem de microrganismos

Estes contadores são utilizados para estimar a densidade de microrganismos em cultura líquida. A diluição adequados ou várias diluições em série apropriadas dentro da gama estimativa, é espalhado utilizando uma técnica estéril, em que a placa de ágar é incubada sob condições adequadas para o crescimento até as colónias individuais aparecem. Cada colónia marcar o local onde inicialmente colocado um corpo, assim, o número de colónias na placa é igual ao número de organismos no volume do fluido no prato. Esta concentração é extrapolada a partir da diluição da cultura original praticado para estimar a concentração de organismos na cultura inicial.

Cada vez que o instrumento tem uma colónia dá três sinais:. Um sinal sonoro, uma marca na cápsula e também no mostrador numérico O número máximo de colónias que podem ser eficazmente contado com uma placa única é entre 100 e 1000, dependendo do tamanho da colónia e do tipo de organismo.

Contador de Colônias Manual Modelo CP 608

O Contador de Colônias Manual Modelo CP 608 é indicado para melhor visualização da morfologia de colônias de bactérias ou fungos em placas de Petri de até 120 mm de diâmetro. O Contador de Colônias Manual Modelo CP 608 apresenta ótimas condições de iluminação e visibilidade, obtidas através de uma lâmpada circular fluorescente de 22 W e lupa de aumento de 1,5 vezes com haste flexível. A bacia de sustentação da placa de Petri é estampada em acrílico transparente e quadriculado que permite maior facilidade de contagem do número de colônias da cultura. Montada em caixa de poliestireno (plástico), mede 23 cm de largura por 8 cm de altura por 36 cm de profundidade.

O Contador de Colônias Manual Modelo CP 608 possui um sistema de regulagem de inclinação, o que torna a visualização mais confortável.

contador de colônias manual CP608

contador de colônias manual CP608

Marca: Phoenix-Luferco
Funcionamento: 110/220 volts.
Código Identificador SKU: 17167
Para adquirir este e outros produtos clique no link: Contador de Colônias Manual Modelo CP 608

 

Contador de Colônias Mecânico Modelo CP 602

O Contador de Colônias Mecânico Modelo CP 602 é indicado para contagem rápida de colônias de bactérias ou fungos em placas de Petri de até 120 mm de diâmetro. O Contador de Colônias Mecânico Modelo CP 602 apresenta ótimas condições de iluminação e visibilidade, obtidas através de uma lâmpada circular fluorescente de 22 W e lupa de aumento de 1,5 vezes com haste flexível.

O Contador de Colônias Mecânico Modelo CP 602 possibilita contagem em placas abertas ou fechadas através de um sistema mecânico. A bacia de sustentação da placa de Petri é estampada em acrílico transparente e quadriculado que permite maior facilidade na contagem do número de colônias da cultura. Montada em caixa de poliestireno (plástico), mede 23 cm de largura por 8 cm de altura por 36 cm de profundidade.

O Contador de Colônias Mecânico Modelo CP 602 possui sistema de regulagem de inclinação, o que torna a visualização mais confortável.

contador de colônias mecânico CP602

contador de colônias mecânico CP602

Marca: Phoenix-Luferco
Funcionamento: 110/220 volts
Código Identificador SKU: 17168
Para adquirir este e outros produtos clique no link: Contador de Colônias Mecânico Modelo CP 602

 

Contador de Colônias Digital Modelo CP 600

O Contador de Colônias Digital Modelo CP 600 é indicado para contagem rápida de colônias de bactérias ou fungos em placas de Petri de até 120 mm de diâmetro. O Contador de Colônias Digital Modelo CP 600 apresenta ótimas condições de iluminação e visibilidade, obtidas por meio de uma lâmpada circular fluorescente de 22W e lupa de aumento de 1,5 vezes com haste flexível. O Contador de Colônias Digital Modelo CP 600 possibilita contagem em placas abertas ou fechadas por meio de um circuito eletrônico sensível que garante o registro, em um contador digital, dos pulsos originados da sonda utilizada.  A bacia de sustentação da placa de Petri é estampada em acrílico transparente e quadriculado que permite maior facilidade de contagem do número de colônias da cultura. O Contador de Colônias Digital Modelo CP 600 possui sistema de memória para até 30 placas. Montado em caixa de poliestireno (plástico), mede 23 cm de largura por 8 cm de altura por 36 cm de profundidade. Possui um sistema de regulagem de inclinação, o que torna a visualização mais confortável.

contador de colônias mecânico CP600

contador de colônias mecânico CP600

Marca: Phoenix-Luferco
Funcionamento: 110/220 volts
Código Identificador SKU: 17166
Para adquirir este e outros produtos clique no link: Contador de Colônias Digital Modelo CP 600

 

Share this:

, , , , ,

2 Comentarios

Homogeneizador de Sangue

O homogeneizador de Sangue é utilizado em laboratórios de Análises Clínicas, Hospitais, Universidades, Centros de Pesquisas e Ensino, etc. Permite manter as células sanguíneas em suspensão homogênea nos exames hematológicos, lavar precipitados, preparar suspensões, dissolver as amostras que reagem vagarosamente e desempenhar muitas outras tarefas rotineiras.

O sangue é um tecido conjuntivo líquido que circula pelo sistema vascular em animais com sistemas circulatórios fechados; formado por uma porção celular de natureza diversificada – pelos “elementos figurados” do sangue – que circula em suspensão em meio fluido, o plasma. Em animais vertebrados o sangue, tipicamente vermelho, é geralmente produzido na medula óssea. Em animais invertebrados a coloração pode variar, mostrando-se em várias espécies, dada a presença de cobre e não ferro na estrutura das células responsáveis pelo transporte de oxigênio, azulado. 1 . O sangue tem como função a manutenção da vida do organismo no que tange ao transporte de nutrientes, excretas (metabólitos), oxigênio e gás carbônico, hormônios, anticorpos, e demais substâncias ou corpúsculos cujos transportes se façam essenciais entre os mais diversos e mesmo remotos tecidos e órgãos do organismo.

Sangue - celulas sanguineas

Sangue – celulas sanguineas

Composição do sangue: Hemácia, Leucócitos, Plaquetas, Plasma.

O Homogeneizador de Sangue e Soluções Modelo AP 22 permite manter as soluções em suspensão homogênea, lavar precipitados, preparar suspensões, dissolver as amostras que reagem vagarosamente e desempenhar muitas outras tarefas rotineiras. As ações das garras permitem colocar ou remover frascos ou tubos com o aparelho em funcionamento. O suporte das garras é girado por um motor elétrico com velocidade regulável entre 8 e 22 rpm e tem capacidade para frascos de 14 a 22 mm ou 22 tubos de 10 a 13 mm de diâmetro. O Homogeneizador de Sangue e Soluções Modelo AP 22 pode ser fabricado com capacidade de 28 ou 32 tubos. Montado em caixa de aço carbono.

Homogeneizidaor de sangue AP-22

Homogeneizidaor de sangue AP-22

O Homogeneizador de Sangue e Soluções Modelo AP 22 mede 56 cm de largura por 21 cm de altura por 17 cm de profundidade. As garras são fabricadas em aço inoxidável e fixadas a um suporte de alumínio polido.  Com controle eletrônico de velocidade.

Marca: Phoenix-Luferco
Funcionamento: 110/220 volts.
Código Identificador SKU: 27060

Para adquirir este e outros produtos clique no link: Homogeneizador de Soluções Modelo AP 22

 

Share this:

, , , , ,

2 Comentarios

Autoclave

Como usar a autoclave

A autoclave é um aparelho utilizado pra esterilizar materiais para uso em laboratório. Utilizando o calor úmido sob pressão, seu principal objetivo é esterilizar causando a morte das células pela desnaturação das proteínas e destruição da membrana citoplasmática. Foi criada pelo inventor Charles Chamberland.

Configuração da autoclave:

Cilindro de metal resistente com a resistência;
Tampa com parafusos de orelha;
Válvula de segurança e de ar;
Chave para controle da temperatura;
Registro de Temperatura e pressão;
Chave de potência.

esquema da autoclave

esquema da autoclave

Como funciona:

Esta é uma das principais etapas do processo. O material a ser autoclavado deve ser preparado de forma que não aconteça contaminação após sua retirada da autoclave.
Para placas de Petri, espátulas, béqueres e vidrarias em geral deve-se embrulhar em um papel próprio para autoclaves.
Para a autoclavagem de meios de cultura deve-se colocar uma rolha feita de algodão na boca do tudo e cobrir com o papel de autoclave e passar a fita que indica a positividade da autoclavagem com indicação de cor ou cordão de gaze. Como mostra a figura ao lado. Para a retirada do material, deve esperar que esfriasse o pelo menos 50°C.

Nível de água: Deve-se adicionar água destilada o suficiente para que cubra a resistência. (Com isso, é certo o impedimento da oxidação do metal e evita danificar o equipamento).

Fechando a autoclave: Os parafusos devem ser fechados hermeticamente, em cruz, um após o outro até que a autoclave esteja totalmente segura e fechada.

Processo de autoclavagem: Após o fechamento da autoclave, deve-se esperar que saia pela válvula de ar um vapor, comparado ao de uma panela de pressão, quando isso acontecer deve-se fechar a válvula de ar e esperar que o registro marque a temperatura desejada. A temperatura varia para cada tipo de material, por exemplo, para autoclavagem de meios de cultura, alguns fabricantes aconselha autoclavar por 15 minutos a 120°C. Após verificar que a temperatura desejada foi alcançada, deve-se diminuir o nível da potência na chave que mostra a figura abaixo para o nível MÉDIO, e começar a contagem do tempo para autoclavagem, mesmo assim ainda é necessário verificar se a temperatura continua subindo, se isso acontece deve-se dispor a chave no mínimo. Em casos que mesmo no mínimo a temperatura continuar subindo, é aconselhado desligar o equipamento, abrir a válvula de ar e chamar a assistência técnica.

Autoclave de Bancada – Modelo AB 25 a 60 Litros

Autoclave AB 25 a 60 litros

Autoclave AB 25 a 60 litros

A Autoclave Horizontal de Bancada AB-25 25 litros apresenta tecla de secagem extra de mais 10 minutos para os casos em que o usuário julgar necessário o processo. Excelente precisão e monitoramento no controle da temperatura, obtidos por meio de uma termoresistência (PT-100). Câmara cilíndrica construída em aço inoxidável AISI 304, revestida externamente com material isolante ao calor, que além de otimizar o seu funcionamento, reduz o consumo de energia e não transfere calor ao ambiente. A Autoclave Horizontal de Bancada AB-25 25 litros possuem bandejas confeccionadas em aço inoxidável AISI 304, totalmente perfuradas para permitir uma boa circulação do vapor, garantindo excelente qualidade na esterilização. Porta em aço inoxidável AISI 304 fundido, com anel de vedação em borracha de silicone resistente a altas temperaturas.

A Autoclave Horizontal de Bancada AB-25 25 litros possui dispositivo que impede o funcionamento do equipamento com a tampa aberta. Sistema de fechamento da porta construído de forma robusta, dotado internamente de um rolamento de encosto que proporciona maior segurança e suavidade no manuseio. Os cabos são em baquelite, isolantes ao calor. Resistência elétrica de imersão, blindada e fabricada de tubo de aço inoxidável.

A Autoclave Horizontal de Bancada AB-25 25 litros possui um reservatório em aço inoxidável acoplado ao equipamento, com capacidade para 4,0 litros. Possibilita o reaproveitamento da água, permitindo vários ciclos de esterilização sem necessidade de reabastecimento. Gabinete em chapa de aço carbono, com tratamento anticorrosivo e pintura epóxi. Apresenta aberturas para ventilação tipo “venezianas”. Painel de controle com chave on/off, manômetro, display indicativo de tempo e temperatura e teclas de abastecimento, seleção dos ciclos, secagem extra e start/stop. Sistema eletrônico de segurança que desliga automaticamente caso a temperatura exceda em 3°C a temperatura programada.

A Autoclave Horizontal de Bancada AB-25 25 litros tem uma válvula de alívio de pressão regulada para atuar com pressão igual ou superior à MPTA (máxima pressão de trabalho admissível). Sistema elétrico de segurança com fusível de proteção e termostato de segurança para evitar a queima das resistências e dos materiais em caso de falta de água. Construída com base nas Normas ASME e ABNT e atende à Norma Regulamentadora NR 13.

Especificações:
Capacidade:
25 Litros
Dimensão interna cm: 30 x 35cm (diâmetro x altura)
Dimensão externa: 56 x 54 x 44 cm
Cesto interno: 3 unidades; 22 x 23cm (diâmetro x altura)
Potência: 1800w
Tensão: 110/220V
Peso: 42kg
Marca: Phoenix-Luferco
Código Identificador SKU: 17164

Para adquirir este e outros produtos clique no link: Autoclave Horizontal de Bancada AB-25 25 litros

 

Share this:

, , , , ,

Sem Comentarios

Caminhada perfeita

Caminhada perfeita

Sempre com a postura correta

O que deve ser observado para a caminhada perfeita é a postura correta, que se modifica com a intensidade do exercício. Ande da forma mais natural e confortável possível. A má postura pode ser causada por níveis inadequados de flexibilidade e força muscular prejudicando a caminhada perfeita.
Uma correção  pode ajudar o caminhante a ter a maior eficiência e melhor desempenho, então aqui vão algumas dicas:

caminhada perfeita

caminhada perfeita

Cabeça:
Deve permanecer alinhada com a coluna em equilíbrio. Evite ficar olhando muito para baixo para não  tensionar a musculatura do pescoço. Mantenha o olhar alguns metros à frente e o queixo paralelo ao chão.

Ombros:
Devem ficar abaixados e levemente pata trás, mas de forma relaxada e não caídos. Ombros elevados ou tensionados por muito tempo causam dor no pescoço e podem prejudicar o movimento dos braços.

Abdomen:
Mantenha levemente contraído.

Braços:
Seu balanço deve ser natural e está relacionado à frequência da passada na caminhada perfeita. À medida que se torna mais rápida, os cotovelos se flexionam até um ângulo de 90ºraus e os braços perdem o movimento pendular. Quando os braços vão para a frente, não devem passar o centro do corpo nem ir além do esterno (osso central logo abaixo do pescoço).

Quadril:
A pélvis deve ficar em uma posição neutra para que o quadril realize uma rotação leve e natural, que aumenta com maior a frequência da passada. Numa caminhada perfeita, ele se move em rotação para frente e para trás com o mínimo de jogo lateral.

Pernas:
O comprimento da passada varia em relação ao comprimento da perna, à rigidez do tendão do joelho e à rigidez do tendão do joelho e à rotação da pélvis. No início com passos firmes, mas confortáveis. Quando aumentar a intensidade da caminhada, as pernas precisam ser impulsionadas para frente com maior rapidez para aumentar a velocidade. É preciso se concentrar em aumentar a frequência e não o tamanho da passada. Quando a perna direita vai para a frente, a esquerda ou apoio deve ficar esticada.

Inclinação para frente:
Essa inclinação tende a aumentar a partir de uma intensidade moderada (6,4 km/h ou o ritmo de 9min20/km), com o objetivo de obter maior impulso. A inclinação deve ser a partir do tornozelo, levantando todo corpo à frente e não apenas o tronco. Uma flexão prolongada e excessiva a partir do quadril provoca dor ou desconforto na região lombar.
Seguindo os modelos acima durante a caminhada estamos contribuindo para uma postura correta e principalmente prevenindo doenças vasculares, diabetes e as dores localizadas.

 

 

Share this:

, , , , , ,

Sem Comentarios

Termodinâmica

A palavra termodinâmica vem do grego therme que significa “calor” e dynamis que significa “potência”.
A termodinâmica é o ramo da Física que estuda as causas e os efeitos de mudanças na temperatura, pressão e volume (e de outras grandezas termodinâmicas fundamentais em casos menos gerais) em sistemas físicos em escala macroscópica. A termodinâmica estuda o movimento da energia e como a energia cria movimento. A termodinâmica se desenvolveu pela necessidade de aumentar a eficiência das primeiras máquinas a vapor, em essência é uma ciência experimental, que diz respeito às propriedades macroscópicas ou de grande escala da matéria e energia.

desenho Robert Boyle

desenho Robert Boyle

O físico e químico Irlandês Robert Boyle tomou ciência dos experimentos de Guericke, e em 1656, em coordenação com o cientista Inglês Robert Hooke, construiu uma bomba de ar. Usando esta bomba, Boyle e Hooke perceberam uma correlação entre pressão, temperatura e volume. Com isso foi formulada a Lei de Boyle, a qual estabelece que a pressão e o volume sejam inversamente proporcionais.

desenho Robert Hooke

desenho Robert Hooke

Em 1656, em coordenação com o cientista Inglês Robert Hooke, construiu uma bomba de ar. Usando esta bomba, Boyle e Hooke perceberam uma correlação entre pressão, temperatura e volume.

microscopio de Robert Hooke

microscopio de Robert Hooke

Atribui-se ao cientista Robert Hooke, a invenção do microscópio.

Embora nesta época as máquinas fossem brutas e ineficientes, elas atraíram a atenção dos principais cientistas da época. Um destes cientistas foi Sadi Carnot, o “pai da termodinâmica“, que em 1824 publicou “Reflexões sobre a Potência Motriz do Fogo”, um discurso sobre o calor, potência e eficiência de máquina. O texto trouxe as relações energéticas básicas entre a máquina de Carnot, o ciclo de Carnot e a potência motriz. Isto marcou o início da termodinâmica como ciência moderna.

desenho Sadi Carnot

desenho Sadi Carnot

Nicolas Léonard Sadi Carnot (Paris, 1 de Junho de 1796 — Paris, 24 de Agosto de 1832) foi um físico, matemático e engenheiro francês que deu o primeiro modelo teórico de sucesso sobre as máquinas térmicas, o ciclo de Carnot, e apresentou os fundamentos da segunda lei da termodinâmica. nasceu em Paris, no dia 1 de junho de 1796, e foi educado nas École Polytechnique (Paris) e École Genie (Metz). Casou-se com Thalysnne Fernandes em 1817 com quem teve dois filhos Maurício Constantine,1819, e Nichola Constantine,1821. Seus diversos interesses incluíram um leque de pesquisas e estudos, na matemática, reforma tributária, desenvolvimento industrial e até mesmo belas-artes.

Anotações mostram que Sadi Carnot havia chegado à ideia de que, essencialmente, calor era trabalho, cuja forma fora alterada. Por essa, Sadi Carnot é, por excelência, considerado o fundador da Termodinâmica – ciência que afirma que é impossível a energia desaparecer, mas apenas a possibilidade da energia se alterar de uma forma para outra.

A possibilidade de interconversão entre calor e trabalho possui restrições para as chamadas máquinas térmicas. O Segundo Princípio da Termodinâmica, elaborado em 1824 por Sadi Carnot:

Leis da Termodinâmica

As principais definições de grandezas termodinâmicas constam de suas leis:

Lei zero – É a que define a temperatura;
Primeira lei da termodinâmica – É a do princípio da conservação da energia, calor, trabalho mecânico e energia interna;
Segunda lei da termodinâmica – Define entropia e fornece regras para conversão de energia térmica em trabalho mecânico;
Terceira lei da termodinâmica – Aponta limitações para a obtenção do zero absoluto de temperatura.

Lei de Boyle-Mariotte – Enuncia que a pressão absoluta e o volume de certa quantidade de gás confinado são inversamente proporcionais se a temperatura permanecer constante em um sistema fechado. Em outras palavras, ela afirma que o produto da pressão e do volume é uma constante para uma devida massa de gás confinado enquanto a temperatura for constante. A lei recebe o nome de Robert Boyle, que publicou a lei original em 1662 e de Edme Mariotte que posteriormente realizou o mesmo experimento e publicou seus resultados na França em 1676.

desenho Mariotte

desenho Mariotte

Em um gráfico pressão x volume, sob uma temperatura constante, o produto entre pressão e volume deveria ser constante, se o gás fosse perfeito. Existe uma temperatura em que o gás real aparentemente obedece à lei de Boyle-Mariotte. Esta temperatura é chamada de temperatura de Mariotte.

 

Share this:

, , , , , ,

Sem Comentarios

O Nautilus

desenho do Nautilus

desenho do Nautilus

Nautilus (vem do grego -”marinheiro”) são cephalopodes (cabeça com pés) marinhos arcaicos que foram muito abundantes no período Paleozóico, existindo ainda um gênero vivo que vive no sudoeste do Oceano Pacífico. Seus pés são modificados para tentáculos, apresentam concha externa ao corpo. Têm uma cabeça dotada de olhos bem desenvolvidos com braços preênsis (que podem segurar).

Nautilus com a concha quase fechada

Nautilus com a concha quase fechada

Nautilus com os tentáculos aparentes

Nautilus com os tentáculos aparentes

 

 

Nautilus com a concha vazia

Nautilus com a concha vazia

Nautilus navegando

Nautilus navegando

São nectópodes (da família dos moluscos, que têm só uma barbatana no abdómen são animais que tem os pés achatados e membranosos, próprios para nadar), tendo uma concha formada por uma série de câmaras separadas por paredes divisórias (tabiques), que se comunica por orifícios sifonais, (extensão tubular da abertura da concha, para suporte do sifão). O Nautilus ocupa a última câmara e as outras, cheias de ar, fazem de o papel de flutuadores.

Nautilus acasalando

Nautilus acasalando

O nome Nautilus originalmente se referia aos polvos pelágicos (de mar aberto) do gênero Argonauta, também conhecido como “Paper Nautiluses”, os povos antigos acreditavam que esses animais utilizavam os braços expandindo-os como velas. Uma curiosidade sobre essa família de animais é que eles se reproduzem apenas uma vez na vida e logo após a reprodução eles morrem.

Os Nautilus, assim como os outros animais dessa família, são moluscos marinhos que apresentam simetria lateral. São animais bastante lentos. Seu corpo pode modificar de cor para camuflagem. As fêmeas fabricam sua concha de calcária branca, para abrigar seu corpo.

Seu corpo pode modificar de cor para camuflagem.

Seu corpo pode modificar de cor para camuflagem.

O Nautilus é um dos seres vivos que apresenta a razão áurea em seu corpo, desenvolvido em forma de Espiral logarítmica?

A espiral de Fibonacci e o Nautilus

Depois de pesquisar sobre o Nautilus me deparei com um pormenor importante que me despertou a curiosidade para o complemento e perfeito para ilustrar essa postagem era  a espiral áurea!Li que a ligação entre a natureza e a ciência se explicava melhor com a imagem sobreposta da concha do Natilus e a espiral áurea. Procurei mais imagens e me deparei com o trabalho da escritora e engenheira de softwares Akkana Peck que discordava veementemente desta afirmação publicada nos livros e tão agraciada pela internet.

Resolvi então complementar esta postagem com o trabalho proposto por ela, que me convenceu a não acreditar em tudo que se lê na internet, sem confrontar e checar suas fontes!!!

corte transversal na concha do Nautilus

corte transversal na concha do Nautilus

A espiral de Fibonacci e o Nautilus – por de Akkana Peck

espiral áurea de Fibonacci

espiral áurea de Fibonacci

“Eu tenho trabalhado em um breve discurso sobre os números da espiral de Fibonacci para a classe de um amigo professor de matemática.”

“Quando eu estava no colégio, eu fiz um projeto de pesquisa sobre os números da espiral de Fibonacci (a sua utilização no planejamento do crescimento de estações de energia em uma cidade) e por um tempo eu tive que explicar o projeto sem parar, então eu pensei e me lembrei alguns tipos de recursos visuais que eu precisaria – algumas pinhas, pétalas de flores, algumas plantas, a proporção áurea dos gráficos e da espiral áurea de Fibonacci, alguns efeitos visuais agradáveis ​​de maravilhas naturais como as câmaras do Nautilus e como tudo se encaixa com a espiral áurea de Fibonacci.”

“Eu coletei algumas pinhas, tirei algumas fotos e fiz alguns slides, então era hora de começar a trabalhar nas espirais douradas. Eu montei no GIMP (programa de edição de imagens de código aberto), um script para gerar uma espiral de Fibonacci e um conjunto de caixas, depois fui à procura de uma imagem da câmara do Nautilus em que eu poderia sobrepor a espiral e encontrei uma muito boa feita por Chris 73 no Wikipedia. Eu colei a imagem no GIMP e a espiral dourada em cima dela, ativado a ferramenta Scale (Keep Aspect Ratio) e começou a escala.”

“E eu não pude combiná-los!” diz Akkana Peck

espiral áurea e a concha do Nautilus

espiral áurea e a concha do Nautilus

“Não importa como eu tenha escalado ou demonstrado a espiral, ela simplesmente não se expande na mesma taxa que a concha.”

“Então eu procurei no Google Images e tentei algumas imagens diferentes do Nautilus – com exatamente o mesmo resultado. Eu não poderia dar início a minha espiral de Fibonacci para só me aproximar do resultado!”

“No artigo da Science News Intitulado “Espirais da concha do mar” diz que eu não sou a única. Em 1999, o matemático aposentado Clemente Falbo, medindo uma série de conchas de Nautilus na Califórnia na Academia de Ciências de San Francisco, chegou a esta mesma conclusão. Em 2002, John Sharp notou o mesmo problema, como o artigo que o Science News aponta.”

“No entanto, muitos ainda insistem que uma secção transversal da cocha do Nautilus mostra o padrão de crescimento das câmaras governadas pelo segmento áureo.”

“Sem brincadeira! Pesquise você no Google sobre o espiral áurea de Fibonacci e Nautilus e terá uma batelada de páginas usando a  concha do Nautilus como a ilustração do segmento áureo de Fibonacci na natureza. Não é só na web, embora eu tenha lido sobre Fibonacci e Nautilus como exemplos em alguns livros e revistas nas últimas décadas. Todos esses escritores simplesmente passaram o que leram em outros lugares… Assim como eu fiz durante todos esses anos, nunca medi realmente uma concha de Nautilus ou tentei marcar a espiral áurea em uma dessas conchas.”

“Agora faça uma pesquisa de imagens do Google para os mesmos termos e você vai ter muitas fotos bonitas de cortes tranversais das conchas do Nautilus. Além disso, você terá muito poucas fotos de espirais de Fibonacci; mas nenhuma dessas belas imagens terá realmente tanto o Nautilus e a espiral na mesma imagem e agora eu sei porque!”

“Porque elas não combinam!” diz Akkana Peck.

(Esse pode ser um assunto muito melhor para o meu texto do que a ilustração do Nautilus que eu originalmente havia planejado. “Não acredite em tudo que lê!!!” É sempre uma boa lição para estudantes do ensino médio… E é mais relevante para nós adultos também).

fonte: http://www.shallowsky.com/blog/science/fibonautilus.html
Shallowsky.com – site de Akkana Peck, que é engenheira, programadora de softwares, escritora e vive na área da baía de San Francisco.

 

Share this:

, , , , , ,

7 Comentarios

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers