Tags colar cervical

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

A foto acima demonstra os danos no cérebro os efeitos de uma Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash na coluna cervical. Algo muito comum em acidentes de alta velocidade, (Inércia do choque + Peso da cabeça). Pode causar desde uma baita dor no pescoço até uma lesão muito séria.

O termo Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash refere-se a uma lesão que habitualmente ocorre num acidente de automóvel, quando a cabeça é projetada para trás (em hiperextensão) e depois para frente (em hiperflexão) de uma forma balística e inesperada. Este tipo de lesão provoca inúmeros danos aos tecidos moles da coluna cervical e não só, podendo causar uma fratura ou paralisia. Geralmente o “Efeito Chicote” é o resultado de um acidente de automóvel, mas pode ocorrer na prática desportiva ou mesmo, por exemplo, numa simples queda onde uma força inesperada é aplicada repentinamente no pescoço. Esses mesmos danos não só afetam as articulações, discos, ligamentos, músculos e nervos da cervical como toda a biomecânica da tão complexa coluna vertebral.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

atleta Jaqueline no Pan de Guardalajara

Em Guadalajara, México – A atacante Jaqueline, da seleção brasileira de vôlei, fica fora dos Jogos Pan-Americanos. Sofreu fratura das vértebras C5 e C6, na coluna cervical ao se chocar com outra atleta brasileira.

Uma lesão às vértebras cervicais e aos tecidos moles adjacentes que ocorre por causa de um empurrão súbito ou por aceleração e desaceleração da cabeça. Uma maneira de causar essa lesão é estar em um veículo que é atingido de forma repentina e forte na parte traseira ou uma batida de cabeça com cabeça.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

fratura vertebra

Quando um osso não puder suportar a pressão exercida sobre ele, ocorrerá uma ruptura ou fratura óssea. Uma fratura exposta (na qual o osso rompe a pele) pode infeccionar facilmente. Quando uma criança deixa de movimentar um braço ou perna machucados algumas horas após um acidente, ou se ela continuar a chorar quando a área lesada é tocada, deve-se presumir que a criança pode ter um osso quebrado e procurar auxílio médico. Às vezes é difícil saber se o osso foi deslocado ou quebrado. Ambas as situações representam uma emergência. As medidas básicas de primeiros socorros são as mesmas para os dois casos.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

Colar Cervical BC0161-A

Um colar cervical é um equipamento médico usado para imobilizar a medula espinhal e suportar a cabeça do paciente. O colar cervical restringe o movimento do pescoço durante o tratamento de traumatismos, torcicolos, artrites, entre outros. Possui bordas estofadas e perfurações que facilitam a transpiração, além de fechos aderentes que permitem o ajuste de altura. Traumatismos, torcicolos, artrites, artrites reumatóides, artroses, somatizações e outras afecções da coluna cervical. Tratamentos que necessitem imobilização média do pescoço.

mcientifica

 

Share this:

, , , , , , , , , , ,

4 Comentarios

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers