Autoclave


Charles Chamberland (Chilly-le-Vignoble, 12 de março de 1851 – Paris, 2 de maio de 1908) foi um químico associado a Louis Pasteur, inventor dos primeiros filtros de porcelana e da autoclave, foi coautor das primeiras vacinas contra o antraz e a raiva.

Charles Chamberland

Charles Chamberland

Biografia

Nascido em Jura leste da França as margem norte do rio Rhone, perto da fronteira da França e da Suíça (cordilheira francesa). Chamberland era bastante ligado à sua terra natal, sua amabilidade era aliada a uma grande inventividade e independência. Um amante da caça, que praticava quando reencontrava os amigos da cidade natal.

Além dos filtros de porcelana que permitiam a filtragem dos microrganismos e da autoclave que equipa todos os laboratórios e hospitais também criou as caixas de madeira industriais, para o transporte de vacinas.

projeto da autoclave de Chamberland

projeto da autoclave de Chamberland

Chamberland foi um pesquisador dedicado e foi nomeado vice-diretor do laboratório de Pasteur. Em 1879, apresenta sua tese em física com o trabalho intitulado “Investigação sobre a origem e o desenvolvimento de organismos microscópicos.” Continuou a se aprofundar sobre o assunto o que lhe deu legitimidade para concluir suas experiências sobre os meios de cultura esterilizados. Foi com estes trabalhos e esforços concretos sobre a fabricação de um aparelho de esterilização, a autoclave que Chamberland utilizou o princípio da esterilização de vapor saturado que é o procedimento que oferece maior segurança e também é considerado o mais econômico.

Chamberland

Chamberland

Em 1885 elegeu-se vereador e em 1887 foi novamente vereador e depois prefeito de Chilly-le-Vignoble. Entre 1888 e 1904, foi nomeado chefe de departamento no Instituto Pasteur e foi responsável pelo Departamento de Microbiologia aplicada à Higiene como Mecanismo de Desenvolvimento de Vacinas. Durante este período, Chamberland instalou uma fábrica de embalagens para exportação das vacinas, pois a demanda mundial estava crescendo muito.

Entre as distinções que recebeu foi membro da Academia Francesa de Medicina.
Chamberland morreu em Paris em 2 de maio de 1908, grande cientista, trabalhou duro na área de microbiologia levando à excelência em desinfecção e esterilização .

O que é uma autoclave?

Autoclave

desenho de uma autoclave

Autoclave é um aparelho utilizado para esterilizar artigos através do calor, sob pressão. A esterilização em vapor saturado é o procedimento que oferece maior segurança e também é considerado o mais econômico.  Neste tipo de esterilização os microrganismos são destruídos pela ação combinada da temperatura, pressão e umidade que promovem a termo coagulação e a desnaturação das proteínas da estrutura celular. Esterilização é um conceito absoluto, ou seja: ou um material está esterilizado ou não está. Portanto não se pode afirmar que uma autoclave esteriliza “melhor” do que outra. O que pode diferenciar é o tipo do uso pretendido, a escolha do equipamento deve ser baseada nesse requisito.

Autoclavagem

A autoclavagem é um tratamento térmico bastante utilizado no ambiente hospitalar e que consiste em manter o material contaminado a uma temperatura elevada, através do contato com vapor de água, durante um período de tempo suficiente para destruir todos os agentes patogênicos.
O processo inclui ciclos de compressão e de descompressão de forma a facilitar o contato entre o vapor e os materiais contaminados. Os valores usuais de pressão são da ordem de 3 a 3,5 bar e a temperatura atinge 135°C. Tendo a vantagem de ser relativamente simples e poder ser utilizada para esterilizar diversos tipos de materiais hospitalares. A monitorização mais confiável é a biológica que é feita com microrganismos tecnicamente preparados para demonstrar a esterilização. São preparações padronizadas de esporos de Bacillus stearothermophilis numa concentração de 106, comprovadamente resistentes e específicos para o processo de esterilização por vapor saturado. A ANVISA recomenda o uso semanal dos indicadores biológicos.

Importante salientar que para o correto funcionamento do equipamento é necessária a correta manutenção preventiva.

A esterilização deve ir além de um processo exigido pelos Órgãos Sanitários, é uma questão de saúde e responsabilidade de quem trata desse processo. Pois uma esterilização eficaz pode salvar vidas.

 

Be Sociable, Share!
Share this:

,

  1. Nenhum comentário ainda.
(não será publicado)


Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers